Menu

RECADOS DE SADE:

 

PROCESSO DIGESTIVO.     
Porque devemos mastigar lentamente os alimentos?
Nossa boca contém o ph de 6,4 a 7,5 (médio alcalino)
Na saliva contem a ptialina. Esta enzima é específica para o desdobramento do amido.
Quanto mais tempo os (amiláceos) alimentos que contém amido permanecem na boca, envolvidos bem com a saliva, sofrendo uma mastigação lenta, menos tempo permanecerão no estômago. E assim evitará a fermentação.
É válido lembrar que o modo como comemos também afeta a digestão. A quantidade excessiva de alimento em uma só refeição: causa envelhecimento precoce, distúrbios na digestão, prejudica o fígado, o pâncreas, e todo o organismo.
 Alimentos mal mastigados causam indigestão, fermentação, e automaticamente o sangue fica envenenado, lesando todo o organismo, provocando mau-humor e outros sofrimentos.
 
COMBINAR OS ALIMENTOS É UMA ARTE E UMA NECESSIDADE.
Vamos falar da ciência em combinar os alimentos.
Muitos não dão importância se combinam ou não determinados alimentos, mas sofrem as conseqüências.
A combinação equilibra o cardápio, facilitando o trabalho digestivo e impedindo os prejuízos da fermentação, para que realmente aconteça a nutrição.
Pois quando fermenta a alimentação alem de não nutrir, causa danos irreparáveis no organismo. Inclusive cirrose hepática. Aquele álcool formado pela fermentação vai adoecer o fígado e provocar cirrose. Este é o caso de pessoas que nunca beberam álcool, e adquirem cirrose hepática.                                       
Logo vem a pergunta, vale ou não vale a pena um pouco de esforço na hora de escolher os ingredientes para preparação da refeição?
Somos nosso maior patrimônio, então dediquemos mais atenção na preparação da nossa refeição.

 

Falta tempo?            
Na sepultura teremos todo o tempo do mundo. Então enquanto vivemos, vamos dedicar mais tempo para a nossa saúde, por que se, descuidarmos ficamos doentes. Então daríamos tudo pra ficar curados, mas nem sempre adianta correr atrás do prejuízo.
EXISTE UM PRINCÍPIO BÁSICO NESSA ARTE OU CIÊNCIA: Usar as três espécies de alimentos, mas não mais que cinco variedades em cada refeição. (proteínas, vitaminas e sais minerais, energéticos)
Exemplo:
Espécies-Variedades
Vitaminas e sais minerais, Frutas secas (Primeira variedade)
Salada de frutas (Segunda variedade)
Proteínas leite de castanha (terceira variedade)
Patê de tofu (quarta variedade) 
Energéticos (açucares) Pão integral (Quinta variedade). 
 
NOSSO ORGANISMO SE NUTRE DAQUILO QUE PODE SER APROVEITADO DO ALIMENTO QUE INGERIMOS.
Nem sempre o valor teórico de uma refeição corresponde absolutamente, em elementos nutritivos aproveitados pelo organismo como resultado da digestão. Muitas vezes seria melhor pular uma refeição, que trazer danos ao organismo. Pois o sangue fica envenenado quando uma alimentação não combinou. Aquela fermentação, além de causar danos aos órgãos responsáveis pela digestão, também deixa o sangue envenenado. Causando sérias complicações no organismo. Estas toxinas no sangue causam indisposição, sonolência, dores de cabeça, canseira e outros sintomas. As pessoas acham normais estes problemas, mas o organismo vai ficando lesado.
 É nesta hora que daremos valor às pequenas escolhas que nos trarão grandes benefícios.
A lei áurea que rege o Universo: é plantando que se colhe
Somos nosso maior patrimônio! Vamos investir em nossa saúde!
 
Veja os alimentos que podemos misturar:
Cereais com frutas e castanhas.
Ex:
Pão integral. Mamão, banana e castanha. (óleo e banana) não combinam, mas quanto óleo tem 4 castanhas?
A castanha pode ser comida com frutas que são açúcares simples combinados com resíduos, vitaminas, enzimas e outros elementos que auxiliam a digestão e o aproveitamento dos nutrientes. Pois se alimentar, não é somente ingerir alimentos, mas escolher alimentos que realmente nutram o organismo.
Somente estamos alimentados quando estamos nutridos.
 
 
Broa de fubá, goiaba e amendoim.
 
Cereais com verduras e castanhas. Ex:
Alface, tomate, cebola, arroz integral, chuchu ao molho e bolinho de castanhas, uma ótima combinação para um almoço.
 
 
 
Diabetes, hipertensão, problemas cardíacos
São os mais comuns.    
Ariteu descreveu o diabete, pois apesar de ter alimento no estômago a pessoa ficava sem energia.
 
 
 
 
 
O INTESTINO É CONSIDERADO A USINA DO CORPO.
Pois nele os alimentos são processados e transformados em energia para todo o organismo.
Quando esse órgão não funciona bem, todos os outros órgãos sofrem as conseqüências, resultando em debilidade geral. São os tipos de alimentos que ingerimos que fazem a diferença no intestino.
Frutas, verduras cruas, castanhas, cereais integrais que contenham fibras e muita água pura, faz o bom funcionamento do intestino.
Produtos refinados, industrializados sem fibras, pouca água, doces, massas, arroz branco, bolos, chocolates, e falta de exercício físico, são doenças para o intestino e o resto do organismo.
Intestino que funciona bem promove saúde.
A maioria dos problemas de saúde tem sua causa pelo mau funcionamento do intestino. Que também é uma conseqüência dos maus hábitos alimentares. Quando a alimentação é deficiente em vitaminas e sais minerais aparecem sérios problemas de saúde.
 
 
A má digestão das gorduras prejudica a trituração e absorção dos alimentos ativos dissolvente das gorduras entre os quais figura a vitamina A e os seus produtos prévios.
O intestino tem uma função importantíssima na absorção dos nutrientes dos alimentos. A vitamina A é imprescindível para múltiplas funções orgânicas pelo que se deve evitar por todos os meios a sua insuficiência na alimentação. O modo mais simples de conseguir a vitamina A tão necessária para a saúde, consiste em consumir diariamente de meio a um copo de cenoura fresca. Tanto o caroteno como a vitamina A, estão intimamente relacionado com a visão noturna. A cenoura ingerida em suco fresca ou bem mastigada usada diariamente é um remédio natural para a saúde tanto do organismo como da visão. Vitamina A (pro vitamina: carotenos) função característica: é a vitamina de proteção epitelial, antiinfecciosa e antixeroftálmica: atua na função da pele, mucosas e outras células de revestimento das glândulas salivares. Protege o fígado. Influencia no desenvolvimento físico. As principais fontes vegetais de vitamina A são: favas, cevadas, laranjas e cenouras.
Sua deficiência causa pele seca, verrugas, calos, espinhas, acne, inflamação na faringe e laringe, cirrose hepática, e etc...
 
Não adianta tratar a pele, quando o problema está no intestino. Adquira bons hábitos de saúde e a pele macia e viçosa será uma conseqüência.
 
Abuse da cenoura.
Sucos, saladas, sopa da raiz e das folhas, bolo, pão, purê, farofa e etc.
 
 
 
Muitos problemas de depressão são causados por falta de vitamina B12 e quando isso acontece o paciente precisa ser tratados com vitamina B12 intramuscular, sintomas de anemia mega lobastica: indisposição, formigamento, depressão, tristeza, e etc...
Alguns exames devem ser feitos porque nem sempre o problema está na falta de vitamina B12, mas na absorção da mesma.
Germinados são ótima fonte de vitamina B12, ovo e carne também.
Receita para obter germinado diariamente em sua refeição:                                                                Coloque duas ou três colheres de trigo em grão num vidro com água, lave todos os dias, e coloque água novamente (água sem cloro) pode deixar na geladeira, ele vai brotando e pode ser ingerido com a salada, ou no suco, misturado em qualquer alimento, bem temperado com salada de cebola é muito gostoso. Pode germinar a linhaça, e outros grãos.
LARINGITE:
Inflamação na laringe, geralmente relacionada com infecções das vias respiratórias. Sintomas: rouquidão, afonia, secura na garganta, dificuldade para engolir, tosse, dores ao falar, pode ocorrer febre e dificuldade respiratória.
Laringite pode ser causada pelo uso excessivo da voz, e é comum em cantores, palestrantes e professores. Alimentos gelados, choques térmicos, exposição à fumaça de cigarros e permanecer em ambientes úmidos e mofados. Conseqüência de outras enfermidades também causa laringite, tais como: gripe sarampo, sinusite, tuberculose, sífilis, etc.

Como curar laringite: evite falar e remova a causa da inflamação, evite ingerir substâncias geladas, chocolates, queijos, leite e seus derivados, por produzirem muco nas vias respiratórias. Beba água.

Postado Por:Maria Eugenia

 

 
Mais Artigos
>    02/09/2010    PALESTRA:
>    05/06/2019    Receita para Saborear mais Uvas Passas
>    05/06/2019    Biscoito de Gergelim
>    05/06/2019    Leite de Coco
>    05/06/2019    Leite de Alpiste
>    05/06/2019    Assado de quibe
>    05/06/2019    Moqueca de Banana
>    05/06/2019    Torta de Repolho
>    05/06/2019    Carne de Jaca
>    05/06/2019    Po Integral Nutritivo e Saboroso